5 dicas financeiras que todo empreendedor precisa saber

Homem empreendedor de pé apresentando um gráfico e sorrindo.

Empreender tem se tornado cada vez mais comum conforme as pessoas descobrem novas facilidades para impulsão de negócios. Como recursos online para administração e controle de gastos, cobrança ou crédito. 

Mesmo assim, muita gente ainda acaba deixando ideias promissoras de lado por conta da insegurança financeira e abrindo mão de ter um negócio. 

Para descomplicar seu sonho e te ajudar a colocar seu talento e ideias em prática, a gente preparou esse guia fácil com dicas financeiras que todo o empreendedor precisa saber. Confira!

Controle de gastos e planejamento:

Uma das principais recomendações para quem deseja empreender, é reservar um tempo para realizar um controle financeiro detalhado. Ele deve conter, entre outras coisas, um relatório de gastos – incluindo contas recorrentes – investimentos, gastos com reparos e qualquer outra quantia que saiu do caixa. 

Isso vai te ajudar não apenas a saber onde pode reduzir custos e controlar melhor os lucros da sua empresa, como também a tomar decisões. Se preparar para enfrentar as despesas te ajuda a entender o planejamento de forma ampla.

Desta forma, se precisar contratar algum serviço, fazer um empréstimo, adquirir novo equipamento ou investir em demanda, você terá tudo registrado. Assim, pode encontrar a melhor hora para colocar cada coisa em prática com base no seu capital, e aprender com os gastos já feitos e as decisões já tomadas.

Oportunidades e aperfeiçoamento:

Além do aprendizado com gastos, as finanças de um empreendimento também estão ligadas ao lucro e às oportunidades. Um planejamento financeiro te ajuda a se organizar para que seu empreendimento tenha o melhor desempenho. 

Imagine que surge a oportunidade de um curso que vai te ajudar muito na sua área, mas você não tem as finanças sob controle no momento e acaba decidindo adiar essa chance. Um empreendedor deve aproveitar os melhores recursos para fazer seu negócio crescer, certo?

Por isso, inclua aperfeiçoamento e oportunidades no seu planejamento financeiro: cursos profissionalizantes, eventos onde você possa fazer contatos, viagens, aquisição de novas ferramentas de trabalho e tecnologia, aumento da demanda, melhora na qualidade do produto… tudo isso exige dinheiro e organização. Então, esteja pronto para o que vier, e não tenha medo de evoluir!

Previsões e reserva de emergência:

Quando falamos em previsões, não estamos te aconselhando a imaginar o que você deseja para a sua empresa. Isso está mais ligado a metas e expectativas – o que também é importante para guiar seu planejamento. 

Prever, quando o assunto é empreender, está mais ligado à análises de mercado, fazer testes em menor escala para saber se um produto vai bem, por exemplo, e até mesmo encomendar uma pesquisa.

Além disso, as previsões também estão ligadas aos imprevistos. Se o seu negócio depende do clima, por exemplo, você precisa estar por dentro do que está acontecendo para conseguir se programar. 

E quando falamos de previsões, nada melhor do que estar financeiramente preparado para oportunidades e imprevistos. Uma reserva financeira é extremamente recomendada para quem empreende. Ela pode ser construída por meio de um investimento que traga rendimentos para o seu negócio. Saiba mais:

Por que a poupança é coisa do passado? Entenda os rendimentos;

Como construir uma reserva de emergência: Por que ela é necessária?

Capital de giro e crédito:

Claro que a reserva financeira te ajuda a lidar com pequenas complicações e oportunidades de investimento do dia a dia, mas o ideal é contar com um capital de giro que cubra gastos e ainda sobre para impulsionar a empresa. 

Para ter acesso a esse recurso de modo mais tranquilo, você pode contar com crédito para colocar planos em prática e quitar eventuais pendências. 

Muitos empreendedores têm receio de solicitar empréstimos. A maioria, opta por alternativas mais “rápidas”, como apelar para o cartão de crédito e até tirar do próprio bolso. Essas alternativas acabam gerando mais complicações, no fim das contas. 

O que alguns empreendedores ignoram, é que existem alternativas de crédito mais seguras, com longo prazo para pagar, que incluem empréstimos mais vantajosos e menos burocracia. É o caso do Home Equity, modalidade que cresceu de modo impressionante nos últimos anos. 

Isso mostra que muito mais pessoas estão buscando realizar sonhos e apostando em formatos de crédito inovadores, seguros e simples!

Para entender melhor tudo isso, você pode gostar dos nossos artigos sobre o tema:

Por que o home equity cresceu no Brasil? Conheça as vantagens da modalidade;

Os maiores mitos sobre o Home Equity; 

Finanças pessoais e empresariais:

Por fim, com todas essas dicas, resta um alerta: toda essa organização financeira da sua empresa deve ficar separada da sua realidade pessoal. 

Mesmo que você seja o empreendedor principal e todos esses detalhes estejam vinculados ao seu nome, é muito importante que o seu negócio tenha um controle de gastos, oportunidades e planejamento só para ele. 

Fazer isso vai te ajudar não só a medir o sucesso do seu negócio, identificar altos e baixos, mas também facilitar muito sua vida na hora de fazer um balanço e declarar impostos. 

Por isso, separe uma porcentagem nos lucros para você, para ser enviada à sua conta pessoal, e encare a empresa como algo à parte. Assim, você vai ver como tudo fica mais controlado!

Quer mais ajuda para administrar as finanças da empresa e conferir outras dicas? Esses conteúdos são muito recomendados:

Dicas de como separar finanças pessoais das finanças da empresa.

Saúde financeira – o que é e qual é o melhor caminho para conquistar
Aqui, você fica por dentro das notícias, dicas e conta com apoio para realizar seus sonhos! Continue acompanhando a Keycash no blog e nas redes sociais.

Assine nossa Newsletter

Receba conteúdos completos sobre investimentos, educação financeira e novos produtos.

    Aceito receber comunicações da Keycash

    Você também pode gostar de: