Como abrir um negócio próprio? – Dicas para empreender usando o crédito imobiliário

Abrir um negócio próprio é o sonho de muita gente. Para realizar este objetivo, é fundamental planejar cada passo, ter determinação e foco.

Além de contar com a própria força de vontade, é de extrema importância manter uma organização financeira, tanto para o processo de abertura, quanto para o investimento ao longo do projeto. 

Por isso, neste artigo vamos te ajudar a descobrir como abrir o seu negócio usando o crédito com garantia de imóvel como alternativa de financiamento e capital. Vamos lá! 

  1. Modelo de negócio;
  2. Burocracia do negócio próprio;
  3. Investimento e melhorias;
  4. Financiamento e capital de giro;
  1. Modelo de negócio:

Para começar a investir no seu negócio próprio, antes de mais nada é preciso escolher em qual modelo você pretende apostar. Para isso, faça um levantamento de setores que podem ser lucrativos ou, se você já tem uma área definida, realize uma pesquisa de mercado e descubra a melhor forma de investir. 

Em nossos conteúdos, temos um texto especial que analisa as tendências de negócios para o ano. Confira:

Negócios lucrativos – saiba quais são as tendências e áreas que mais crescem no Brasil;

Além da definição do setor de negócio em que você pretende atuar, também existem alguns modelos que você pode optar por seguir:

Negócios online – são uma grande tendência, e tem se tornado a preferência dos consumidores em geral. Além de possibilitar um pouco mais de facilidade no desenvolvimento, também possuem como marca principal a capacidade de atender a mais demandas, uma vez que rompem fronteiras de espaço, e contribuem para vendas além de uma carga horária fechada de trabalho. 

Franquias – podem servir tanto como uma abertura do seu negócio em grande escala, com lojas para diversas regiões, quanto como uma filial de uma marca ou negócio já existente. Podem ser uma boa oportunidade para quem está começando a investir. Confira nosso conteúdo especial sobre o tema:

Abrir franquia – Saiba como se tornar um franqueado usando o crédito com garantia como capital;

Negócio físico – ainda é mais comum, porém demanda investimento em espaço e outras formalidades para a concretização, como vistorias. Geralmente, estão relacionados a bares, restaurantes e lojas. 

Serviço – vender um serviço também é considerado um modelo de negócio, mesmo quando um espaço físico ou online sequer é necessário. Vender aulas em vídeo, indicações, oferecer serviços a domicílio, tudo isso pode ser feito por meio de diferentes canais, até mesmo dos aplicativos de mensagens. 

Desvendar seu setor escolhido é necessário para alinhá-lo ao modelo de negócio que mais combina com a área, e claro, o público. 

  1. Burocracia do negócio próprio:

Abrir um negócio pode demandar muita burocracia. Fatores como registro de nome de marca, compra de domínio, documentação e vias de fiscalização, são apenas alguns elementos que podem fazer parte deste processo. 

Pensando nisso, é fundamental que você selecione alguma parte do valor destinado ao seu negócio para lidar com essas questões, além de dar andamento a contratos, e requisitar a ajuda de profissionais como contadores e comunicadores. 

Fazer tudo isso pode exigir que você conte com uma solução de crédito desde o ínicio dos seus planos, e com uma reserva de emergência para lidar com qualquer imprevisto, como documentos e investimentos de última hora. 

Além de toda a burocracia necessária para a abertura e andamento do projeto, também é preciso ressaltar os impostos. Confira valores antes, para incluí-los no seu planejamento. 

  1. Investimento e melhorias:

Quando tiver definido qual modelo de negócio planeja seguir, e alinhar o plano para colocá-lo em prática, além de cuidar de toda a parte burocrática, é importante avaliar que tipos de ferramentas, maquinários e até mesmo funcionários pode incluir no seu negócio para fazê-lo dar certo. 

Por isso, liste todos os que vierem em sua cabeça, pesquise em outras empresas do mesmo seguimentos. Os investimentos podem ir desde a criação de uma identidade visual e cartão de visitas até a realização de um curso de aprimoramento. 

Como escolher sua pós – passo a passo para planejar sua especialização;

Quando listar cada coisa que pode incrementar ou ajudar a criar o seu negócio, é hora de pensar nos meios de investimento. Soluções de crédito com taxas baixas e mais tempo para pagar, como o crédito imobiliário, são ideais para este tipo de projeto, uma vez que permitem que você comece a lucrar antes de começar a pagar o empréstimo. 

Os investimentos podem incluir ainda:

  • Maquinário;
  • Espaço físico;
  • Investimento em propaganda;
  • Administração e criação de redes sociais;
  • Desenvolvimento de site;
  • Compra de material de qualidade;
  • Certificações na área dos serviços oferecidos;

Avaliando muito bem com o que você pode precisar gastar, fica mais fácil identificar a necessidade de crédito. 

  1. Financiamento e capital de giro:

O desenvolvimento do seu negócio não para após a criação. Ele também inclui fazer os produtos circularem, manter as despesas em dia e executar diferentes serviços ou vender novos produtos. 

Por tudo isso, é fundamental pensar em um meio que não apenas te ajude a financiar seu projeto, mas a mantê-lo sempre estável. Dá uma olhada em um dos nossos conteúdos que você pode gostar:

Como conseguir capital de giro com refinanciamento?

É importante dizer que o sonho do seu negócio próprio não precisa ficar apenas no papel. Usando uma solução de empréstimo como o crédito imobiliário você pode fazer acontecer, continuar usando o imóvel dado como garantia, inclusive como seu ponto comercial.

Pois é, engana-se quem pensa que o CGI é um empréstimo como todos os outros. Ele é ideal para concretizar ideias e realizar planos. 

Para saber como essa solução de crédito funciona para você, é só simular gratuitamente na nossa ferramenta e descobrir sua estimativa de empréstimo, prazo e outros detalhes que podem te ajudar a planejar seu negócio:

Simule agora;

Com mais segurança e apoio financeiro, fica fácil investir nos seus planos. Continue acompanhando a Keycash para saber mais!

Assine nossa Newsletter

Receba conteúdos completos sobre investimentos, educação financeira e novos produtos.

    Aceito receber comunicações da Keycash

    Você também pode gostar de: